(Crédito da imagem: Electronic Arts)

Star Wars: Squadrons está buscando uma estrutura inicial sem microtransações ou armadilhas de serviço ao vivo a longo prazo.

O diretor criativo Ian Frazier discutiu o modelo de negócios do jogo com Game Informer. “Estamos tentando dizer com este jogo que temos um preço de US $ 40, queremos nos sentir generosos com os jogadores e queremos que pareça uma experiência completa”, diz ele. “Como ‘Você nos deu seus US $ 40. Aqui está um jogo que você vai adorar. Obrigado.’ É isso. Não é algo que estamos construindo em torno de uma estratégia de serviço ao vivo. Ele é construído em torno de um jogo completo e excelente por si só. “

No Twitter, o escritor Mitch Dyer confirmou que existem zero microtransações.

Motive e EA enfatizaram a falta de microtransações nos esquadrões especialmente após a revelação de seus primeiro trailer de jogabilidade, que mostrou uma profunda personalização do navio e do piloto. Os jogos anteriores de Star Wars publicados pela EA, mais notavelmente Star Wars: Battlefront 2, aninhavam sistemas de microtransação profunda e muitas vezes intrusivos em sistemas similares; portanto, os Esquadrões provavelmente estavam ansiosos para se antecipar a quaisquer preocupações em potencial. Felizmente, como a Motive disse no dia 18 de junho EA Play Live show, você pode desbloquear todos os bits e bobes apenas jogando o jogo.

Em uma entrevista separada com Polígono, Frazier também confirmou que a Motive não está planejando nenhum DLC para Star Wars: Squadrons. “Não estou dizendo que é impossível, mas não é isso que pretendemos”, diz ele. “Estamos indo para um jogo que você compra e você [have and you like]. “

Squadrons será lançado em outubro, mas outro jogo veicular de Guerra nas Estrelas será lançado na próxima semana: o remake de Switch e PS4 de Star Wars Episódio 1: Racer.

Austin Wood

Como escritor e ex-freelancer, Austin se concentra nos acontecimentos do dia-a-dia, que servem como encobrimento perfeito para a coluna Destiny 2. Ele se formou em jornalismo, gosta de odiar manchetes e nunca tira o Switch da doca.



Fonte: www.gamesradar.com

Deixe uma resposta